Sábado, 15 de Agosto de 2020
Esporte

Conflito com atletas por Thiago Neves pode custar emprego de Ceni no Cruzeiro, diz rádio

Publicada em 26/09/19 às 10:46h - 87 visualizações

por A VOZ DA REGIÃO


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Foto: Bruno Haddad / Cruzeiro)

A passagem de Rogério Ceni no Cruzeiro pode estar chegando ao fim. Após a entrevista coletiva do técnico, no empate sem gols com o Ceará, no Castelão, na noite desta quarta-feira (25), pela 20ª rodada do Brasileirão, houve desentendimento no vestiário do time mineiro. Segundo a Rádio Itatiaia, o técnico deixou o vestiário na reunião com os atletas no meio da fala do zagueiro Dedé sobre o meia Thiago Neves, que ficou no banco de reservas.

 

Na coletiva, Ceni explicou o motivo de deixar Thiago Neves no banco e optar por colocar Maurício, de 18 anos, em campo no segundo tempo. "O Thiago é uma opção colocá-lo, é um bom jogador, de muita qualidade técnica. Mas naquele momento a preferência era por dar mais velocidade com o Maurício, que também é um jogador de boa chegada. Entrou naquela partida contra o Vasco, decidiu o jogo para nós, fez o gol. Eu estou aqui para dar oportunidade para quem tem mais brilho no olho", justificou.

 

De acordo com a Itatiaia, Dedé pediu a palavra e disse que Thiago Neves era importante para o clube e que precisaria se recuperado pelo treinador ao invés de ser deixado de lado. O zagueiro falava em tom normal quando Ceni deixou o vestiário. A reportagem da rádio flagrou o treinador indo embora sozinho, enquanto os jogadores só saíram cerca de 20 minutos depois. Ceni negou que tivesse acontecido alguma coisa na reunião com os atletas. Do elenco, somente o jovem volante Ederson concedeu entrevista na zona mista.  Itair Machado, vice-presidente de Futebol, e Marcelo Djian, diretor de Futebol, integravam a delegação mineira e também saíram em silêncio. O embarque da Raposa está previsto para às 11h40.

 

O Cruzeiro não vence há cinco jogos. Antes do empate com o Ceará, a Raposa perdeu para Flamengo, Palmeiras, Grêmio e Internacional. A última vitória foi sobre o Vasco, pela 17ª rodada do Brasileirão. O time mineiro é o 16º colocado na tabela com 19 pontos, mas corre o risco de voltar à zona de rebaixamento ao final desta 21ª jornada. 
Até o momento, Rogério Ceni dirigiu a equipe em oito jogos, venceu dois, empatou dois e perdeu quatro.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 75 99134-8375

Visitas: 168260
Usuários Online: 43
Copyright (c) 2020 - A VOZ DA REGIÃO - Todos os direitos reservados ao Portal A Voz da Região - Direção Quirino