Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2019
Policia

Protesto causa lentidão na Estrada do Côco

Publicada em 18/11/19 às 11:13h - 22 visualizações

por Mariana Bamberg*


Compartilhe
   

Link da Notícia:

jornalista Regina Bochicchio  (Foto: A VOZ DA REGIÃO)

Um protesto na Estrada do Coco, na tarde de domingo, 17, causou congestionamento extenso e levou a que viagens de retorno à Salvador após o feriadão da Proclamação da República demorassem mais do que o normal. Um grupo de manifestante ocupou duas faixas sentido Salvador na região de Areias, em Camaçari (km 17) e ateou fogo em pneus ocasionando uma retenção de aproximadamente 2 km. De acordo com a Concessionária Litoral Norte (CLN), empresa que administra a Estrada do Coco, o protesto teve início às 14h15 e terminou por volta das 16h.

Pouco depois, uma outra manifestação, também na Estrada do Coco, aconteceu na altura do km 15 e gerou um congestionamento de cerca de 15 km. Conforme divulgado pela CLN, às 17h as vias já estavam totalmente liberadas. A equipe da concessionária esteve, junto com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), acompanhando os protestos.

A informação extra-oficial é a de que os protestos ocorreram em razão do reajuste do preço do pedágio, que passou a valer no último dia 11. A CLN, contudo, informou que desconhece as razões dos protestos.

Ferry-boat

No terminal de São Joaquim, apesar do grande fluxo de veículos e pedestres, a espera foi “dentro do previsto para um feriado”. De acordo com a Internacional Travessias, empresa que administra o sistema de ferry boat, a espera média, durante o dia, foi de duas horas para pedestre e quatro horas para veículo. Cenário diferente do que foi encontrada no início do feriado, quando pedestres chegaram a ficar mais de seis horas na fila para atravessar a baía até Bom Despacho.

Foi justamente para fugir do transtorno que viveu na sexta-feira, na ida para Barra Grande, em Itaparica, que Júnior dos Santos e sua família resolveram chegar mais cedo ao terminal de Bom Despacho. De carro e na fila preferencial, eles esperaram cerca de três horas, mas com a certeza de que fizeram a escolha certa: “quando embarcamos, o terminal estava começando a encher”.

O ferry funciona em operação especial e em modelo bate-volta, com saídas a cada 30 minutos, das 6 horas de domingo até às 23h30 de hoje. Ainda de acordo com a empresa que administra o sistema, foram seis embarcações funcionando ontem e a expectativa é que 21 mil veículos e 143 mil pessoas tenham sido atendidos durante o feriadão.

Na BR-324, sentido Salvador, o movimento também foi moderado durante o dia. Apenas por volta das 18h o fluxo começou a aumentar, mas sem pontos de arrafamento extenso.







ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 75 99134-8375

Visitas: 56853
Usuários Online: 49
Copyright (c) 2019 - A VOZ DA REGIÃO - Todos os direitos reservados ao Portal A Voz da Região - Direção Quirino