Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2019
Esporte

Acidente na antiga Fonte Nova completa 12 anos

Publicada em 26/11/19 às 11:54h - 39 visualizações

por A VOZ DA REGIÃO


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: A VOZ DA REGIÃO)

Há exatos 12 anos, dia 25 de novembro de 2007, um acidente mudava a história do futebol baiano. A Fonte Nova estava lotada, com mais de 60 mil presentes, o Bahia enfrentava o Vila Nova-GO em duelo que garantiria o acesso do Tricolor à Série B do ano seguinte e, infelizmente, o final do roteiro todos conhecem. Apesar do Esquadrão conseguir subir de divisão ao final da partida, o jogo foi marcado pelo acidente em que sete pessoas que caíram após parte da arquibancada ceder a uma altura superior a 20 metros.

Na ocasião, Márcia Santos Cruz, de 27 anos; Jadson Celestino Araújo Silva, de 25 anos; Milena Vasquez Palmeira, 27 anos; Djalma Lima Santos, 31 anos; Anísio Marques Neto, 27 anos; Midiã Andrade Santos, 24 anos e Joselito Lima Jr, 26 anos foram as vítimas fatais da tragédia.

Através das redes sociais, o Esquadrão prestou as devidas homenagens aos 7 mortos no acidente. "Há 12 anos, temos 2 estrelas no peito + 7 estrelas no céu", escreveu o clube que ainda informou que serão realizados tributos aos torcedores no novo Centro de Treinamento - Cidade Tricolor - em Dias D'ávila e no Museu do Bahia.

Consequências

O ocorrido resultou com o fechamento do estádio até a implosão, que veio a ocorrer três anos mais tarde, em 29 de agosto de 2010 e deu lugar à Arena Fonte Nova, construída no mesmo local para receber, inicialmente, os jogos da Copa do Mundo 2014, realizados no Brasil.

Neste período, o Esquadrão precisou encontrar um outro local para mandar suas partidas. Assim, o estádio de Pituaçu foi revitalizado para receber jogos oficiais. Durante a reforma, o Bahia precisou se mudar da capital baiana para Feira de Santana, quando atuou por diversas vezes no estádio Alberto Oliveira, o Jóia da Princesa.

Recordes de público

Durante os mais de 56 anos em que a antiga Fonte Nova esteve em atividade, houve alguns recordes de público que perduram até os dias atuais - e muito dificilmente serão quebrados. No dia 12 de fevereiro de 1989, em partida onde o Bahia recebeu o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro, foi registrado o maior número de torcedores em uma partida de futebol no estado. Ao todo, mais de 110 mil pessoas estiveram prestigiando o espetáculo que terminou com triunfo de 2 a 1 para o Esquadrão.

Já o maior público de um BA-VI ocorreu na final do Baianão de 1994. Na ocasião, 97.240 pagantes e mais de 100 mil presenciavam um triunfo Rubro-Negro até, aos 44 minutos do segundo tempo, ocorrer o 'folclórico' gol de Raudinei, igualando o clássico e dando o título estadual ao Tricolor.






ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 75 99134-8375

Visitas: 56841
Usuários Online: 42
Copyright (c) 2019 - A VOZ DA REGIÃO - Todos os direitos reservados ao Portal A Voz da Região - Direção Quirino