Sábado, 19 de Setembro de 2020
Esporte

Bahia pode receber jogos da Copa do Mundo de Futebol Feminino em 2023

Publicada em 18/11/19 às 11:02h - 102 visualizações

por por Glauber Guerra


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: A VOZ DA REGIÃO)

O Brasil é um dos candidatos para sediar a Copa do Mundo de Futebol Feminino 2023. E um dos estados que está no páreo para abrigar as partidas é a Bahia. A informação foi revelada por Ednaldo Rodrigues, vice-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

 

“O Brasil é um dos fortes candidatos para sediar a Copa do Mundo de Futebol Feminino em 2023. E a Bahia está na disputa para ser subsede. O estado recebeu a Copa das Confederações, Copa do Mundo, jogos de futebol da Olímpiada e Copa América neste ano e todas foram sucesso. A Bahia tem toda a estrutura para abrigar mais um grande evento”, disse o dirigente, em entrevista ao Bahia Notícias.

 

Além do Brasil, mais sete países estão na disputa: Argentina, Colômbia, Austrália, Japão, Coreia do Sul (essa em conjunto com a Coreia do Norte), Nova Zelândia e África do Sul. A eleição da sede está prevista para maio do próximo ano, em Assunção, no Paraguai.

 

Ednaldo Rodrigues ainda fez um balanço do Mundial Sub-17. O Brasil foi campeão ao derrotar o México por 2 a 1, no último domingo (17), no Bezerrão, em Brasília (DF). Além da capital federal, a competição foi disputada em Goiânia (GO) e Cariacica (ES).

 

“O Mundial Sub-17 foi um sucesso, assim como em todas as competições de grande porte que o Brasil sediou nos últimos anos e ainda fomos coroados com o título”, finalizou.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 75 99134-8375

Visitas: 187338
Usuários Online: 20
Copyright (c) 2020 - A VOZ DA REGIÃO - Todos os direitos reservados ao Portal A Voz da Região - Direção Quirino