Sábado, 19 de Setembro de 2020
Brasil

Padrinho da filha de Jean relata em áudio motivo de briga nos EUA

Publicada em 19/12/19 às 11:56h - 430 visualizações

por A VOZ DA REGIÃO


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: A VOZ DA REGIÃO)

Em suposto áudio que circula nas redes sociais, o ex-goleiro do Bahia, Douglas Pires - padrinho da filha de Jean, preso na manhã desta terça-feira, 18, por agredir a mulher, Milena Bemfica, em Orlando, nos Estados Unidos - relatou a versão obtida por meio da vítima sobre a motivação da briga.

>>São Paulo estuda rescisão de contrato com goleiro Jean

>>Jean, ex-goleiro do Bahia, é acusado pela esposa de agressão

Segundo Douglas Pires, a esposa dele teria entrado em contato com Milena que informou detalhes do ocorrido. Na declaração, a vítima afirma que eles já estavam brigados e tudo teria começado por causa de um questionamento sobre o local em que passariam o Réveillon.

"Minha mulher estava falando com ela. A história que ela contou foi que eles beberam ontem em Orlando, chegaram no hotel umas 4h e pouca da manhã no horário de lá, umas 6h no horário de Brasília. Ela foi questionar ele com relação ao fim de ano, porque eles estão brigados. Ele falou que não ia passar junto com ela. Só que ela postou uns 'stories' pedindo referências de lugares para passar o Réveillon. Ele viu os vídeos e foi reclamar, dizendo que ela iria curtir com o dinheiro dele e que ele iria cancelar os cartões, aí ela rebateu ele, começou a briga e ele bateu nela", contou.

Douglas Moreira Pires, de 28 anos, atuou pelo Bahia entre as temporadas de 2013 e 2017. No entanto, o goleiro teve uma maior presença debaixo das traves no ano de 2015, quando atuou 48 vezes na equipe que disputou a segunda divisão do Brasileirão. Neste período, o arqueiro viu Jean ser promovido aos profissionais e a consolidação na meta Tricolor, tornando-se amigo e, posteriormente, padrinho da filha do jovem goleiro.

Atualmente, Douglas Pires assinou contrato em agosto deste ano com o São Caetano, equipe do ABC Paulista. Antes disso, o atleta defendeu a Juazeirense pelo Baianão e Copa do Brasil, mas entrou em campo apenas 8 vezes.





ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 75 99134-8375

Visitas: 187318
Usuários Online: 30
Copyright (c) 2020 - A VOZ DA REGIÃO - Todos os direitos reservados ao Portal A Voz da Região - Direção Quirino